No fim vamos querer salmão

A revista Bloomberg esta semana publicou que um salmão custa mais que um barril de petróleo na Noruega, o maior produtor petrolífero da Europa. Na análise da revista a escassez do peixe e a queda no valor da economia norueguesa, deprimida pelo baixa cotação do barril, determinam este cenário.

No outro lado do planeta o governo Chinês anunciou que bateu dois recordes mundiais na produção de energia limpa em 2015: 30,5 Gigawatts de energia eólica e 16,5 Gigawatts de energia solar. Os mercados de energia estão mudando.

Baixa do petróleo e crescente investimento em energia limpa geram um contexto novo não só para energia, mas para todos os segmentos de mercado. Transporte mais inteligente, agricultura urbana, energia limpa, mudanças culturais nos hábitos de consumo, vastas plantações automatizadas e tecnologias de informação vão mudar muito mais ainda a forma como vivemos, trabalhamos, nos divertimos e aclamamamos lideranças políticas.

Metade da riqueza do planeta está na mão de 62 pessoas, conforme a The Economist. Nunca na história da humanidade houve tantos fotógrafos registrando quase tudo que acontece e colocando estas fotos numa nuvem digital. Os governos e grandes conglomerados sabem muito sobre o que as pessoas fazem, como se comportam e o que pensam. As condições de manipular a opinião pública
são quase ilimitadas.

A descrença generalizada na classe política e na representatividade tradicional associada às tecnologias de segurança nos levam para o fim do que chamávamos de democracia aos moldes do século passado. O individualismo, o conforto dos eletrônicos e do cyber espaço, a alimentação padronizada do tipo ração humana mais o fim da rebeldia em um sociedade que aceita qualquer tipo de comportamento, inclusive sexual, simplesmente transformou nossas velhas bandeiras e aparatos políticos em história. A poluição dos mares também irá transformar o salmão em história, até 2050 vai haver mais plásticos do que peixes no mar. Aproveite para degustar um salmão, em mais um década será o item mais luxuoso dos nossos desejos plastificados.

Por Luciano Medina Martins

Na foto tartar de salmão

RECEITA
Fácil Rendimento: 2 porçõesTempo de Preparo: Médio (de 30 a 45 minutos)Tipo: Entrada

Ingredientes

· 200 g de salmão limpo
· Suco e raspas de 1 limão
· 1 colher (sopa) de ciboulette picada
· 1 colher (sopa) de endro (dill) picado
· 1 colher (sopa) de mostarda Dijon
· Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Corte o salmão em tiras finas e, depois, em cubinhos pequenos. Transfira para uma vasilha e junte os ingredientes restantes. Misture bem. Reserve na geladeira até a hora de servir. Sirva em prato, bowls ou até em pequenos copos.

images (15)

Anúncios

Sobre Luciano Medina Martins

Journalist, blogger, activist against the abuses of states that violate citizens' rights. I don't write about one only topic, I like to interact with many different issues. No fake news here.
Esta entrada foi publicada em environment com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s